Como podemos ajudar?
Mercados
Portugal (PT)
Espanha (ES)
Angola (AO)
Cabo Verde (CV)
Moçambique (MZ)
São Tomé e Príncipe (ST)
Guiné-Bissau (GW)
Produto
Professional
Executive
Public Sector
Omnia
Limpar filtros
Guardar
Marketing & Vendas
Point of Sales (POS)
Configurações e Utilitários
Explorações
Compras
Configurações e Utilitários
Comércio Externo
Fluxos Documentais
Explorações
Inventário Recursos Humanos Finanças Equipamentos e Ativos Serviços Produção Construção Office Extensions Fiscal Reporting Accounting Automation Filiais Dashboards Apps/Integrações
V10 Como Usar? Marketing & Vendas
Marketing & Vendas
Marketing & Vendas
Marketing & Vendas
Marketing Vendas
Nesta área pode gerir todo o processo de vendas, desde a definição de preços até à cobrança, acelerando os processos de encomendas e faturação. Esta solução auxilia a definição, implementação e controlo das regras comerciais, bem como elimina as operações administrativas desnecessárias nos processos de venda.
Artigos Mais Vistos
Fluxos de vendas Como tratar adiantamentos no ERP? Como configurar o estorno de documentos? Como criar ou anular um documento de venda e de compra? Como utilizar planos de faturação? Como criar um catálogo de artigos?
V10 Como Usar? Compras
Compras
Compras
Compras
Compras
Nesta área encontra todas as ferramentas de apoio à encomenda, automatismos de cálculo de necessidades e mecanismos de controlo de stocks. Estes ajudam a planear com precisão as quantidades a encomendar aos fornecedores, ou a produzir internamente, para que possa responder com eficiência aos pedidos dos seus clientes.
Artigos Mais Vistos
Fluxos de compras Como tratar a projeção de encomendas de compras? Pedidos de Cotação Importar e Configurar o template Procurement Requisições Perfis de utilizadores
V10 Como Usar? Inventário
Inventário
Inventário
Inventário
Inventario
Esta área permite-lhe gerir o nível de stocks para satisfazer as encomendas dos seus clientes. Inclui automatismos que otimizam a receção dos materiais e a respetiva distribuição por armazéns, assim como facilitam a correta valorização das existências e a própria gestão do inventário.
Artigos Mais Vistos
Como efetuar um movimento em valor em inventário? Custeio – Método de Cálculo Como efetuar a preparação de Inventário? Como configurar a criação de artigos? Como processar uma receção? Estados de Inventário
V10 Como Usar? Recursos Humanos
Recursos Humanos
Recursos Humanos
Recursos Humanos
Recursos Humanos
Esta área permite acelerar as operações administrativas de gestão do capital humano, desde os processos de payroll, passando pela gestão de contratos e vínculos, até aos processos de formação. A ampla cobertura em termos de atividades e particularidades de processamento torna esta área imprescindível na gestão de recursos humanos.
Artigos Mais Vistos
Como tratar o Apoio à Retoma Progressiva em 2021 (COVID-19)? Como tratar o regime Lay Off Simplificado em 2021 (COVID-19)? Como tratar o Apoio à família em 2021 (COVID-19)? Tratamento de apoios sociais em reação ao COVID-19 Tratamento de apoio à retoma progressiva Tratamento do incentivo extraordinário à normalização da atividade empresarial
V10 Como Usar? Finanças
Finanças
Finanças
Finanças
Financas
Esta área automatiza operações críticas com maior precisão nos dados contabilísticos, acelerando todos os processos administrativos, desde o registo de documentos até ao reporting, passando pelo controlo orçamental. Esta solução permite padronizar procedimentos, automatizar operações e eliminar os erros nas comunicações bancárias, acelerando os processos de gestão financeira com rigor e agilidade.
Artigos Mais Vistos
Contabilidade (SVAT) Como criar documentos de abertura? Plano de IVA Auditoria SVAT Planos e Classes de Contas Apuramentos
V10 Como Usar? Equipamentos e Ativos
Equipamentos e Ativos
Equipamentos e Ativos
Equipamentos e Ativos
Equipamentos Ativos
Esta área permite otimizar a organização e gestão dos equipamentos e ativos. Encontram-se também disponíveis operações que permitem manter atualizada a informação sobre a sua aquisição e cadastro, bem como sobre o seu ciclo de vida.
Artigos Mais Vistos
Como efetuar uma importação de dados? Critérios de Depreciação Como definir a gestão patrimonial? Como criar um documento de abate? Como exportar documentos para Equipamentos e Ativos? Como realizar a cópia assistida de Fichas?
V10 Como Usar? Serviços
Serviços
Serviços
Serviços
Servicos
Nesta área pode gerir todo o ciclo de gestão contratual, desde a negociação de condições até à renovação, passando pela faturação. Os automatismos garantem-lhe celeridade e rigor ao longo de todo o processo, integrando informação comercial e administrativa numa única área.
Artigos Mais Vistos
Gestão de Contratos Como criar um contrato? Como gerar um documento (word) de um contrato? Como associar um contrato a um documento de venda? Como utilizar o painel de projetos? Como faturar um projeto?
V10 Como Usar? Produção
Produção
Produção
Produção
Esta área permite otimizar a gestão da produção, simplificando os processos de aprovisionamento, fabrico e entrega. Encontram-se também disponíveis operações que permitem obter informação atualizada e organizada do setor produtivo, acelerando a tomada de decisões.
Artigos Mais Vistos
Como realizar movimentos de stocks através dos registos de produção? Como configurar o Terminal de Recolha? Como efetuar um planeamento de necessidades? Como definir as fichas técnicas? Terminal de Recolha Como criar operações?
V10 Como Usar? Construção
Construção
Construção
Construção
Nesta área pode gerir o processo de orçamentação, desde a aprovação de pedidos e fichas de obras, passando pela carteira de clientes. As ferramentas disponíveis asseguram a produtividade no planeamento de concursos e obras, possibilitando a integração de projetos em plataformas externas.
Artigos Mais Vistos
Como criar um concurso a partir de uma Oportunidade de Venda criada no ERP? Como criar um orçamento? Como gerir os concursos? Como configurar os recursos do orçamento? Como criar itens no orçamento a partir de fichas? Como utilizar recursos e fichas?
V10 Como Usar? Office Extensions
Office Extensions
Office Extensions
Office Extensions
O PRIMAVERA Office Extensions é um Add-in para o Microsoft Office Excel que disponibiliza várias funcionalidades totalmente integradas com o ERP PRIMAVERA, nomeadamente com as áreas de Contabilidade, Recursos Humanos, Vendas, Plataforma e Manufacturing.
Artigos Mais Vistos
Como configurar o Office Extensions? Relatórios de Contabilidade Office Extensions Quais são as opções disponíveis no Office Extensions? Ligação nas fórmulas entre o Add-in Financeiro e o Office Extensions Como inserir e visualizar listas do ERP no excel?
V10 Como Usar? Fiscal Reporting
Fiscal Reporting
Fiscal Reporting
Fiscal Reporting
Através do PRIMAVERA Fiscal Reporting, é possível gerar e entregar as declarações fiscais e legais, de acordo com a localização das empresas. Para simplificar este processo, pode consultar todas as informações necessárias para preparar cenários, confirmar dados e entregar modelos.
Artigos Mais Vistos
ACListaEstabelecimentosQuadroPessoal(Ano, IRTaExcluir) Serviços de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho (SHST) Como preencher e entregar o Relatório Único? Como realizar a entrega online dos modelos? Modelo 10 Declaração Recapitulativa
V10 Como Usar? Accounting Automation
Accounting Automation
Accounting Automation
Accounting Automation
Nesta área pode acelerar a execução das operações diárias do escritório de contabilidade e gerir as tarefas mensais de cada cliente. As ferramentas disponíveis permitem otimizar a integração de dados de outras plataformas, automatizar os lançamentos de documentos no ERP e garantir o rigor nos números contabilísticos
Artigos Mais Vistos
Guia de atualização Como configurar tipos de documento? O que é uma Empresa Modelo? Como anexar ficheiros aos documentos? Como configurar os Templates de Contabilização? Como configurar as pastas de sistema?
V10 Como Usar? Recursos HumanosSalários / HonoráriosObrigações Declarativas
Recursos HumanosSalários / HonoráriosObrigações Declarativas
Obrigações Declarativas
Voltar | Lista de Artigos
Como preencher o Relatório Único de 2020?
This article applies to:
PT
ES
AO
CV
MZ
ST
GW
Professional
Executive
Public Sector
Omnia

A pandemia COVID-19 teve um forte impacto nas condições laborais, nomeadamente, a obrigatoriedade de teletrabalho e a adoção de apoios extraordinários às empresas e famílias. Neste sentido, foi publicado um conjunto de orientações para o preenchimento do Relatório Único de 2020.

Devido ao contexto excecional decorrente da pandemia, a entrega do Relatório Único decorrerá até 30 de junho de 2021

Orientações

As orientações disponibilizadas têm impacto no módulo de Recursos Humanos, designadamente em algumas configurações referentes aos dados que suportam o preenchimento do Relatório Único, assim como no próprio Modelo relativo ao Relatório Único no Fiscal Reporting.

Relativamente às orientações indicadas, destacam-se os seguintes aspetos:

Motivo das horas não trabalhadas

Esta informação é preenchida no Anexo Zero (Folha de rosto), campo 4.1 do Relatório Único.

Para enquadrar esta informação, na tabela auxiliar n.º 10 “Motivos horas não trabalhadas” foram adicionados os seguintes motivos:

  • 16: por ausência relacionada indiretamente com as restrições impostas devido à COVID-19 (por exemplo, encerramento das escolas);
  • 17: por ausência relacionada diretamente com as restrições impostas devido à COVID-19 (por exemplo, suspensão parcial ou temporário da laboração recorrendo a Lay Off, medidas de apoio à retoma progressiva, por isolamento profilático, por quarentena, etc.).

No ERP, os novos motivos estão disponíveis na tabela "Faltas", separador Geral, área Relatório Único, campo Horas normais não remuneradas.

Desta forma, as faltas criadas e usadas para tratar estas situações - Apoio à família, Lay Off simplificado, Apoio à Retoma e Isolamento Profilático - deverão ser reclassificadas considerando estes novos motivos.

Motivo pelo qual a remuneração paga é inferior à devida

Esta informação é preenchida no campo 24 do Anexo A.

Para enquadrar esta informação, na tabela auxiliar n.º 25 foram adicionados os seguintes motivos:

  • 7: Lay Off Simplificado;
  • 8: Apoio à Retoma (Apoio à retoma progressiva da Atividade).

Até 2019, para o preenchimento deste campo era utilizado o campo Motivo na área Balanço Social do separador Geral da tabelas de Faltas.

No entanto, para o preenchimento do RU relativo a 2020 e seguintes, deverá ser indicada esta informação no campo Horas não trabalhadas da tabela "Faltas", separador Geral, área Relatório Único, onde os novos motivos estão disponíveis.

Assim, deverá rever a classificação das faltas usadas para tratar os cenários de Lay Off simplificado e Apoio à Retoma  e, consequemente, reclassificá-las considerando estes dois novos motivos.

Valor pago a título de Apoio/Compensação retributiva (Lay Off simplificado ou Apoio à retoma)

Os valores pagos a título de apoio/compensação retributiva a trabalhadores e empreses em regime de Lay Off simplificado ou Apoio à retoma em outubro de 2020 devem ser declarados no campo 23 Remuneração Base Paga do Anexo A e as respetivas horas no campo 25 Horas normais remuneradas.

Para que estes valores sejam declarados no campo 23, é necessário configurar as remunerações associadas às ausências para registar o Lay Off simplificado e Apoio à retoma.

Para tal, deverá aceder à tabela "Remunerações" e, para uma das remunerações abrangidas, selecionar a opção Remuneração base ou a opção De acordo com o processamento, disponíveis no separador Outros, no campo Coluna Quadro Pessoal.

Para que as horas não trabalhadas relacionadas com os regimes referidos sejam consideradas no campo 25 do Anexo A, as faltas usadas têm de estar classificadas com o motivo Lay Off simplificado ou Apoio à Retoma na tabela de Faltas, disponível no separador Geral, área Relatório Único, campo Horas não trabalhadas.

Trabalhadores em teletrabalho

Os trabalhadores vinculados à entidade empregadora que estiveram em teletrabalho na maior parte do tempo trabalhado devem ser contabilizados no ponto 3.1.2.3 Outros Trabalhadores (em regime de teletrabalho ou trabalhadores no domicílio) do Anexo D.

Para tal, relativamente a esses trabalhadores é necessário garantir as seguintes condições:

  • V9: classificar o tipo de vínculo dos funcionários nestas condições com o tipo Teletrabalho na Ficha do Funcionário no campo Tipo de Vínculo do separador Contrato;
  • V10:  o tipo de vínculo tem de estar classificado na respetiva tabela da área Quadro pessoal, no campo Código com uma das seguintes opções: 11, 21, 31 ou 80. Por exemplo:

Nota: Na V10, o tipo de vínculo associado ao funcionário na Ficha do Funcionário pode ser consultado no separador Contrato, na área Situação Atual, no campo Tipo de vínculo.

Novo fator de risco biológico

Para preencher os campos 5.3.1 Agente, 5.3.2 Identificação do agente e 5.3.4 Classificação do agente do Anexo D, foram adicionados dois novos riscos associados ao COVID à tabela n.º 43 Riscos Biológicos:

  • Código 2201 - Coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2), classificação 3;
  • Código 2269 - SARS-Cov-2, classificação 3;

Para declarar estes riscos, é necessário que os mesmos estevam previamente criados no ERP. Para tal, deverá:

  1. Aceder a Recursos Humanos | Capital Humano | Tabelas | SST | Intervenções Técnicas | Agentes Biológicos;
  2. Criar 2 novos agentes preenchendo para cada um deles o respetivo Código SST e Classificação como indicado anteriormente.
Guardar ou partilhar este artigo
Artigos Relacionados
Como configurar os movimentos discriminados na Declaração de Rendimentos dos funcionários? Como emitir e processar a Declaração de Rendimentos para Funcionários/ Independentes? Como gerar o ficheiro do Quadro de Pessoal? Como emitir o mapa Relação Nominal dos Trabalhadores? Como emitir o mapa de Caracterização da Estrutura das Empresas e do Emprego?
V10 Como Usar? Recursos HumanosSalários / HonoráriosObrigações Declarativas
Recursos HumanosSalários / HonoráriosObrigações Declarativas
Obrigações Declarativas
Voltar | Lista de Artigos
Como preencher o Relatório Único de 2020?
This article applies to:
PT
ES
AO
CV
MZ
ST
GW
Professional
Executive
Public Sector
Omnia

A pandemia COVID-19 teve um forte impacto nas condições laborais, nomeadamente, a obrigatoriedade de teletrabalho e a adoção de apoios extraordinários às empresas e famílias. Neste sentido, foi publicado um conjunto de orientações para o preenchimento do Relatório Único de 2020.

Devido ao contexto excecional decorrente da pandemia, a entrega do Relatório Único decorrerá até 30 de junho de 2021

Orientações

As orientações disponibilizadas têm impacto no módulo de Recursos Humanos, designadamente em algumas configurações referentes aos dados que suportam o preenchimento do Relatório Único, assim como no próprio Modelo relativo ao Relatório Único no Fiscal Reporting.

Relativamente às orientações indicadas, destacam-se os seguintes aspetos:

Motivo das horas não trabalhadas

Esta informação é preenchida no Anexo Zero (Folha de rosto), campo 4.1 do Relatório Único.

Para enquadrar esta informação, na tabela auxiliar n.º 10 “Motivos horas não trabalhadas” foram adicionados os seguintes motivos:

  • 16: por ausência relacionada indiretamente com as restrições impostas devido à COVID-19 (por exemplo, encerramento das escolas);
  • 17: por ausência relacionada diretamente com as restrições impostas devido à COVID-19 (por exemplo, suspensão parcial ou temporário da laboração recorrendo a Lay Off, medidas de apoio à retoma progressiva, por isolamento profilático, por quarentena, etc.).

No ERP, os novos motivos estão disponíveis na tabela "Faltas", separador Geral, área Relatório Único, campo Horas normais não remuneradas.

Desta forma, as faltas criadas e usadas para tratar estas situações - Apoio à família, Lay Off simplificado, Apoio à Retoma e Isolamento Profilático - deverão ser reclassificadas considerando estes novos motivos.

Motivo pelo qual a remuneração paga é inferior à devida

Esta informação é preenchida no campo 24 do Anexo A.

Para enquadrar esta informação, na tabela auxiliar n.º 25 foram adicionados os seguintes motivos:

  • 7: Lay Off Simplificado;
  • 8: Apoio à Retoma (Apoio à retoma progressiva da Atividade).

Até 2019, para o preenchimento deste campo era utilizado o campo Motivo na área Balanço Social do separador Geral da tabelas de Faltas.

No entanto, para o preenchimento do RU relativo a 2020 e seguintes, deverá ser indicada esta informação no campo Horas não trabalhadas da tabela "Faltas", separador Geral, área Relatório Único, onde os novos motivos estão disponíveis.

Assim, deverá rever a classificação das faltas usadas para tratar os cenários de Lay Off simplificado e Apoio à Retoma  e, consequemente, reclassificá-las considerando estes dois novos motivos.

Valor pago a título de Apoio/Compensação retributiva (Lay Off simplificado ou Apoio à retoma)

Os valores pagos a título de apoio/compensação retributiva a trabalhadores e empreses em regime de Lay Off simplificado ou Apoio à retoma em outubro de 2020 devem ser declarados no campo 23 Remuneração Base Paga do Anexo A e as respetivas horas no campo 25 Horas normais remuneradas.

Para que estes valores sejam declarados no campo 23, é necessário configurar as remunerações associadas às ausências para registar o Lay Off simplificado e Apoio à retoma.

Para tal, deverá aceder à tabela "Remunerações" e, para uma das remunerações abrangidas, selecionar a opção Remuneração base ou a opção De acordo com o processamento, disponíveis no separador Outros, no campo Coluna Quadro Pessoal.

Para que as horas não trabalhadas relacionadas com os regimes referidos sejam consideradas no campo 25 do Anexo A, as faltas usadas têm de estar classificadas com o motivo Lay Off simplificado ou Apoio à Retoma na tabela de Faltas, disponível no separador Geral, área Relatório Único, campo Horas não trabalhadas.

Trabalhadores em teletrabalho

Os trabalhadores vinculados à entidade empregadora que estiveram em teletrabalho na maior parte do tempo trabalhado devem ser contabilizados no ponto 3.1.2.3 Outros Trabalhadores (em regime de teletrabalho ou trabalhadores no domicílio) do Anexo D.

Para tal, relativamente a esses trabalhadores é necessário garantir as seguintes condições:

  • V9: classificar o tipo de vínculo dos funcionários nestas condições com o tipo Teletrabalho na Ficha do Funcionário no campo Tipo de Vínculo do separador Contrato;
  • V10:  o tipo de vínculo tem de estar classificado na respetiva tabela da área Quadro pessoal, no campo Código com uma das seguintes opções: 11, 21, 31 ou 80. Por exemplo:

Nota: Na V10, o tipo de vínculo associado ao funcionário na Ficha do Funcionário pode ser consultado no separador Contrato, na área Situação Atual, no campo Tipo de vínculo.

Novo fator de risco biológico

Para preencher os campos 5.3.1 Agente, 5.3.2 Identificação do agente e 5.3.4 Classificação do agente do Anexo D, foram adicionados dois novos riscos associados ao COVID à tabela n.º 43 Riscos Biológicos:

  • Código 2201 - Coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2), classificação 3;
  • Código 2269 - SARS-Cov-2, classificação 3;

Para declarar estes riscos, é necessário que os mesmos estevam previamente criados no ERP. Para tal, deverá:

  1. Aceder a Recursos Humanos | Capital Humano | Tabelas | SST | Intervenções Técnicas | Agentes Biológicos;
  2. Criar 2 novos agentes preenchendo para cada um deles o respetivo Código SST e Classificação como indicado anteriormente.
Guardar ou partilhar este artigo
Artigos Relacionados
Como configurar os movimentos discriminados na Declaração de Rendimentos dos funcionários? Como emitir e processar a Declaração de Rendimentos para Funcionários/ Independentes? Como gerar o ficheiro do Quadro de Pessoal? Como emitir o mapa Relação Nominal dos Trabalhadores? Como emitir o mapa de Caracterização da Estrutura das Empresas e do Emprego?
V10 Como Usar? Recursos HumanosSalários / HonoráriosObrigações Declarativas
Recursos HumanosSalários / HonoráriosObrigações Declarativas
Obrigações Declarativas
Voltar | Lista de Artigos
Como preencher o Relatório Único de 2020?
This article applies to:
PT
ES
AO
CV
MZ
ST
GW
Professional
Executive
Public Sector
Omnia

A pandemia COVID-19 teve um forte impacto nas condições laborais, nomeadamente, a obrigatoriedade de teletrabalho e a adoção de apoios extraordinários às empresas e famílias. Neste sentido, foi publicado um conjunto de orientações para o preenchimento do Relatório Único de 2020.

Devido ao contexto excecional decorrente da pandemia, a entrega do Relatório Único decorrerá até 30 de junho de 2021

Orientações

As orientações disponibilizadas têm impacto no módulo de Recursos Humanos, designadamente em algumas configurações referentes aos dados que suportam o preenchimento do Relatório Único, assim como no próprio Modelo relativo ao Relatório Único no Fiscal Reporting.

Relativamente às orientações indicadas, destacam-se os seguintes aspetos:

Motivo das horas não trabalhadas

Esta informação é preenchida no Anexo Zero (Folha de rosto), campo 4.1 do Relatório Único.

Para enquadrar esta informação, na tabela auxiliar n.º 10 “Motivos horas não trabalhadas” foram adicionados os seguintes motivos:

  • 16: por ausência relacionada indiretamente com as restrições impostas devido à COVID-19 (por exemplo, encerramento das escolas);
  • 17: por ausência relacionada diretamente com as restrições impostas devido à COVID-19 (por exemplo, suspensão parcial ou temporário da laboração recorrendo a Lay Off, medidas de apoio à retoma progressiva, por isolamento profilático, por quarentena, etc.).

No ERP, os novos motivos estão disponíveis na tabela "Faltas", separador Geral, área Relatório Único, campo Horas normais não remuneradas.

Desta forma, as faltas criadas e usadas para tratar estas situações - Apoio à família, Lay Off simplificado, Apoio à Retoma e Isolamento Profilático - deverão ser reclassificadas considerando estes novos motivos.

Motivo pelo qual a remuneração paga é inferior à devida

Esta informação é preenchida no campo 24 do Anexo A.

Para enquadrar esta informação, na tabela auxiliar n.º 25 foram adicionados os seguintes motivos:

  • 7: Lay Off Simplificado;
  • 8: Apoio à Retoma (Apoio à retoma progressiva da Atividade).

Até 2019, para o preenchimento deste campo era utilizado o campo Motivo na área Balanço Social do separador Geral da tabelas de Faltas.

No entanto, para o preenchimento do RU relativo a 2020 e seguintes, deverá ser indicada esta informação no campo Horas não trabalhadas da tabela "Faltas", separador Geral, área Relatório Único, onde os novos motivos estão disponíveis.

Assim, deverá rever a classificação das faltas usadas para tratar os cenários de Lay Off simplificado e Apoio à Retoma  e, consequemente, reclassificá-las considerando estes dois novos motivos.

Valor pago a título de Apoio/Compensação retributiva (Lay Off simplificado ou Apoio à retoma)

Os valores pagos a título de apoio/compensação retributiva a trabalhadores e empreses em regime de Lay Off simplificado ou Apoio à retoma em outubro de 2020 devem ser declarados no campo 23 Remuneração Base Paga do Anexo A e as respetivas horas no campo 25 Horas normais remuneradas.

Para que estes valores sejam declarados no campo 23, é necessário configurar as remunerações associadas às ausências para registar o Lay Off simplificado e Apoio à retoma.

Para tal, deverá aceder à tabela "Remunerações" e, para uma das remunerações abrangidas, selecionar a opção Remuneração base ou a opção De acordo com o processamento, disponíveis no separador Outros, no campo Coluna Quadro Pessoal.

Para que as horas não trabalhadas relacionadas com os regimes referidos sejam consideradas no campo 25 do Anexo A, as faltas usadas têm de estar classificadas com o motivo Lay Off simplificado ou Apoio à Retoma na tabela de Faltas, disponível no separador Geral, área Relatório Único, campo Horas não trabalhadas.

Trabalhadores em teletrabalho

Os trabalhadores vinculados à entidade empregadora que estiveram em teletrabalho na maior parte do tempo trabalhado devem ser contabilizados no ponto 3.1.2.3 Outros Trabalhadores (em regime de teletrabalho ou trabalhadores no domicílio) do Anexo D.

Para tal, relativamente a esses trabalhadores é necessário garantir as seguintes condições:

  • V9: classificar o tipo de vínculo dos funcionários nestas condições com o tipo Teletrabalho na Ficha do Funcionário no campo Tipo de Vínculo do separador Contrato;
  • V10:  o tipo de vínculo tem de estar classificado na respetiva tabela da área Quadro pessoal, no campo Código com uma das seguintes opções: 11, 21, 31 ou 80. Por exemplo:

Nota: Na V10, o tipo de vínculo associado ao funcionário na Ficha do Funcionário pode ser consultado no separador Contrato, na área Situação Atual, no campo Tipo de vínculo.

Novo fator de risco biológico

Para preencher os campos 5.3.1 Agente, 5.3.2 Identificação do agente e 5.3.4 Classificação do agente do Anexo D, foram adicionados dois novos riscos associados ao COVID à tabela n.º 43 Riscos Biológicos:

  • Código 2201 - Coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2), classificação 3;
  • Código 2269 - SARS-Cov-2, classificação 3;

Para declarar estes riscos, é necessário que os mesmos estevam previamente criados no ERP. Para tal, deverá:

  1. Aceder a Recursos Humanos | Capital Humano | Tabelas | SST | Intervenções Técnicas | Agentes Biológicos;
  2. Criar 2 novos agentes preenchendo para cada um deles o respetivo Código SST e Classificação como indicado anteriormente.
Guardar ou partilhar este artigo
Artigos Relacionados
Como configurar os movimentos discriminados na Declaração de Rendimentos dos funcionários? Como emitir e processar a Declaração de Rendimentos para Funcionários/ Independentes? Como gerar o ficheiro do Quadro de Pessoal? Como emitir o mapa Relação Nominal dos Trabalhadores? Como emitir o mapa de Caracterização da Estrutura das Empresas e do Emprego?
V10 Como Usar? Recursos HumanosSalários / HonoráriosObrigações Declarativas
Recursos HumanosSalários / HonoráriosObrigações Declarativas
Obrigações Declarativas
Voltar | Lista de Artigos
Como preencher o Relatório Único de 2020?
This article applies to:
PT
ES
AO
CV
MZ
ST
GW
Professional
Executive
Public Sector
Omnia

A pandemia COVID-19 teve um forte impacto nas condições laborais, nomeadamente, a obrigatoriedade de teletrabalho e a adoção de apoios extraordinários às empresas e famílias. Neste sentido, foi publicado um conjunto de orientações para o preenchimento do Relatório Único de 2020.

Devido ao contexto excecional decorrente da pandemia, a entrega do Relatório Único decorrerá até 30 de junho de 2021

Orientações

As orientações disponibilizadas têm impacto no módulo de Recursos Humanos, designadamente em algumas configurações referentes aos dados que suportam o preenchimento do Relatório Único, assim como no próprio Modelo relativo ao Relatório Único no Fiscal Reporting.

Relativamente às orientações indicadas, destacam-se os seguintes aspetos:

Motivo das horas não trabalhadas

Esta informação é preenchida no Anexo Zero (Folha de rosto), campo 4.1 do Relatório Único.

Para enquadrar esta informação, na tabela auxiliar n.º 10 “Motivos horas não trabalhadas” foram adicionados os seguintes motivos:

  • 16: por ausência relacionada indiretamente com as restrições impostas devido à COVID-19 (por exemplo, encerramento das escolas);
  • 17: por ausência relacionada diretamente com as restrições impostas devido à COVID-19 (por exemplo, suspensão parcial ou temporário da laboração recorrendo a Lay Off, medidas de apoio à retoma progressiva, por isolamento profilático, por quarentena, etc.).

No ERP, os novos motivos estão disponíveis na tabela "Faltas", separador Geral, área Relatório Único, campo Horas normais não remuneradas.

Desta forma, as faltas criadas e usadas para tratar estas situações - Apoio à família, Lay Off simplificado, Apoio à Retoma e Isolamento Profilático - deverão ser reclassificadas considerando estes novos motivos.

Motivo pelo qual a remuneração paga é inferior à devida

Esta informação é preenchida no campo 24 do Anexo A.

Para enquadrar esta informação, na tabela auxiliar n.º 25 foram adicionados os seguintes motivos:

  • 7: Lay Off Simplificado;
  • 8: Apoio à Retoma (Apoio à retoma progressiva da Atividade).

Até 2019, para o preenchimento deste campo era utilizado o campo Motivo na área Balanço Social do separador Geral da tabelas de Faltas.

No entanto, para o preenchimento do RU relativo a 2020 e seguintes, deverá ser indicada esta informação no campo Horas não trabalhadas da tabela "Faltas", separador Geral, área Relatório Único, onde os novos motivos estão disponíveis.

Assim, deverá rever a classificação das faltas usadas para tratar os cenários de Lay Off simplificado e Apoio à Retoma  e, consequemente, reclassificá-las considerando estes dois novos motivos.

Valor pago a título de Apoio/Compensação retributiva (Lay Off simplificado ou Apoio à retoma)

Os valores pagos a título de apoio/compensação retributiva a trabalhadores e empreses em regime de Lay Off simplificado ou Apoio à retoma em outubro de 2020 devem ser declarados no campo 23 Remuneração Base Paga do Anexo A e as respetivas horas no campo 25 Horas normais remuneradas.

Para que estes valores sejam declarados no campo 23, é necessário configurar as remunerações associadas às ausências para registar o Lay Off simplificado e Apoio à retoma.

Para tal, deverá aceder à tabela "Remunerações" e, para uma das remunerações abrangidas, selecionar a opção Remuneração base ou a opção De acordo com o processamento, disponíveis no separador Outros, no campo Coluna Quadro Pessoal.

Para que as horas não trabalhadas relacionadas com os regimes referidos sejam consideradas no campo 25 do Anexo A, as faltas usadas têm de estar classificadas com o motivo Lay Off simplificado ou Apoio à Retoma na tabela de Faltas, disponível no separador Geral, área Relatório Único, campo Horas não trabalhadas.

Trabalhadores em teletrabalho

Os trabalhadores vinculados à entidade empregadora que estiveram em teletrabalho na maior parte do tempo trabalhado devem ser contabilizados no ponto 3.1.2.3 Outros Trabalhadores (em regime de teletrabalho ou trabalhadores no domicílio) do Anexo D.

Para tal, relativamente a esses trabalhadores é necessário garantir as seguintes condições:

  • V9: classificar o tipo de vínculo dos funcionários nestas condições com o tipo Teletrabalho na Ficha do Funcionário no campo Tipo de Vínculo do separador Contrato;
  • V10:  o tipo de vínculo tem de estar classificado na respetiva tabela da área Quadro pessoal, no campo Código com uma das seguintes opções: 11, 21, 31 ou 80. Por exemplo:

Nota: Na V10, o tipo de vínculo associado ao funcionário na Ficha do Funcionário pode ser consultado no separador Contrato, na área Situação Atual, no campo Tipo de vínculo.

Novo fator de risco biológico

Para preencher os campos 5.3.1 Agente, 5.3.2 Identificação do agente e 5.3.4 Classificação do agente do Anexo D, foram adicionados dois novos riscos associados ao COVID à tabela n.º 43 Riscos Biológicos:

  • Código 2201 - Coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2), classificação 3;
  • Código 2269 - SARS-Cov-2, classificação 3;

Para declarar estes riscos, é necessário que os mesmos estevam previamente criados no ERP. Para tal, deverá:

  1. Aceder a Recursos Humanos | Capital Humano | Tabelas | SST | Intervenções Técnicas | Agentes Biológicos;
  2. Criar 2 novos agentes preenchendo para cada um deles o respetivo Código SST e Classificação como indicado anteriormente.
Guardar ou partilhar este artigo
Artigos Relacionados
Como configurar os movimentos discriminados na Declaração de Rendimentos dos funcionários? Como emitir e processar a Declaração de Rendimentos para Funcionários/ Independentes? Como gerar o ficheiro do Quadro de Pessoal? Como emitir o mapa Relação Nominal dos Trabalhadores? Como emitir o mapa de Caracterização da Estrutura das Empresas e do Emprego?